Fundamental Anos Finais

    Muito tem se discutido hoje sobre o limite entre a infância e a adolescência. Não há consenso a respeito de uma faixa etária em que esta “passagem” acontece, nem mesmo sobre quais as características que poderiam diferenciar os sujeitos, classificando-os numa categoria ou noutra.

    O que se percebe é uma inexistência de fronteiras, substituindo idades ou características determinadas por modos de vida e comportamentos dos quais as crianças vão se apropriando gradativamente, em diferentes ritmos, promovendo uma espécie de “metamorfose”.

    Esse processo se dá às vezes de forma quase imperceptível, causando surpresa no momento em que aqueles que convivem com a criança se dão conta da mudança e se deparam com o jovem no qual se transformou. Outras vezes, o processo é rápido, marcado por extravagâncias e “estilos”, nos quais a criança faz questão de evidenciar que cresceu e não se vê mais como antes.

    De qualquer forma, esta é uma fase de profundas mudanças, internas e externas. Com maior ou menor enfrentamento, é principalmente nesta etapa que concentram os questionamentos quanto às regras estabelecidas, os limites e a autoridade do adulto. São intensificados ainda os conflitos de grupo na disputa pelos papéis desempenhados por cada sujeito dentro dele. Afloram lideranças, identificações, amizades e amores.

    Os conhecimentos são aprofundados e ressignificados, tornando-se ferramentas essenciais no processo de construção das identidades, ou desprezíveis, se forem julgados desvinculados do contexto vivido.

    Nosso Ensino Fundamental II desenvolve um trabalho próprio para os alunos nesta fase, estimulando a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade, bem como o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social. No 6º e 7° ano trabalhamos para construir conhecimentos estabelecendo estratégias, raciocínios e procedimentos que facilitem a resolução de situações comuns do dia-a-dia. No 8° e 9º ano trabalhamos para construir ferramentas teóricas e competências necessárias para a compreensão de conhecimentos de maior nível de complexidade, bem como sua aplicabilidade em situações do cotidiano.

    Preparar o aluno para desenvolver plenamente suas potencialidades, utilizando-se de modernos recursos tecnológicos e de profissionais comprometidos, aliando sempre teoria e prática é o que o Cesi Zona Sul propõe para a educação de seu filho.

Venha estudar no CESI - Zona Sul! Matrículas abertas! Saiba mais aqui