Normas de Convivência

    Buscando atingir a plena qualidade do processo de ensino e aprendizagem, a Escola Cesi – Zona Sul estabeleceu normas disciplinares e comportamentais adequadas ao ambiente escolar.

    A observação dessas normas é fundamental no sentido de diminuir as tensões naturalmente geradas por diferentes costumes familiares, favorecendo a harmonia e a satisfação nas relações interpessoais.

Procedimentos quanto a atrasos
Turno da manhã

    As aulas do turno da manhã iniciam às 07h30min quando é dado o sinal. Neste momento os estudantes, que já devem estar no pátio, devem se dirigir ao local destinado a sua turma e aguardar o professor que os conduzirá para a sala de aulas. Todo estudante que entrar na Escola após ter sido dado o sinal, terá sua agenda carimbada como atrasado. Se a turma do educando atrasado ainda não tiver subido será permitido que esse ingresse junto com a turma. Se a turma já tiver subido, deverá aguardar no pátio o sinal das 07h40min, quando poderá subir para a sala de aulas.

    Não será permitido o ingresso de estudantes no primeiro período após as 07h40min. Os atrasados devem dirigir-se à secretaria da escola e aguardar até o 2º período letivo (8h20min).

    Não será permitida a entrada de estudantes na Escola após as 08h20min, quando inicia o segundo período letivo. Quem chegar após este horário deve retornar para casa, salvo apresentação de atestado médico referente ao dia do atraso.

    Haverá tolerância de três atrasos por mês, sendo que no terceiro o estudante levará comunicado aos pais ou responsáveis, que deverá retornar assinado no dia seguinte, observando que no próximo atraso a conseqüência será o estudante não assistir aula. Assim o educando receberá no 4º carimbo de atraso, um documento de suspensão para ser cumprida no dia seguinte, reiniciando-se o ciclo de controle de atrasos.

    Observação: O estudante que não trouxer o comunicado devidamente assinado no dia seguinte, não assistirá aula, devendo retornar para casa.
Turno da tarde

    As aulas do turno da tarde iniciam às 13h20min, quando é dado o sinal. Neste momento os estudantes, que já devem estar no pátio, devem se dirigir ao local destinado a sua turma e aguardar a professora. Solicita-se aos pais que deixem a área destinada a formação de fila pelas crianças, de forma que os professores e monitores possam organizar as filas e a subida para as salas de aula.

    Se a turma do estudante que chegou atrasado ainda não tiver subido será permitido que esse ingresse junto com a turma. Se a turma já tiver subido, o estudante, junto com o(a) familiar e/ou responsável deverá aguardar no pátio/recepção o sinal das 13h30min, quando um monitor acompanhará os estudantes até as salas. O Processo se repete às 13h40min para quem ainda não tiver conseguido chegar. Após este horário, para ingresso do estudante será necessária a autorização da coordenação do turno.

    Por tratar-se de crianças menores, que, normalmente, são acompanhadas pelos pais para virem até a Escola, não estão previstas medidas educativas de caráter restritivo de acesso aos estudantes deste turno, tanto na Ed. Infantil, como no Ensino Fundamental até o 5º ano. No entanto, chamamos a atenção dos senhores pais que o respeito pelos horários de início e término das atividades é fundamental para o bom andamento das aulas. Assim, uma vez percebido pela escola a constância do atraso e/ou da saída antecipada de alguma criança, os pais poderão ser chamados para que os horários sejam ajustados.

Faltas

    A assiduidade é importante, não só para o aproveitamento do estudante, como também é uma condição legal para a aprovação. O educando deverá cumprir, no mínimo, 75% da frequência anual.

   Havendo a ocorrência de falta em dia de realização de avaliações, o estudante ou seu responsável deve encaminhar à Secretaria o correspondente atestado médico dentro do prazo máximo de 02 dias úteis após o retorno do aluno às aulas. A não observação deste prazo desobriga a Escola da realização de avaliações e/ou atividades não realizadas.

   Na hipótese do estudante ter se afastado sem visita ao médico, os pais devem comunicar o fato e por meio de requerimento na secretaria da escola e solicitar a realização das avaliações perdidas. Em hipótese alguma será permitida a realização de atividade avaliativa a estudante que não apresentar atestado médico, ou sem que haja uma intervenção de seus responsáveis por meio de requerimento junto à secretaria da Escola. Uma vez que haja autorização para realizar a avaliação perdida, a mesma será realizada no dia e horário da recuperação do bimestre. Na hipótese do estudante não atingir a nota necessária, haverá nova oportunidade em data a ser definida pela Coordenação de turno.

    Observação: Estudantes que realizarem avaliações fora de data deverão procurar o (a) respectivo professor da disciplina para receber suas notas. O prazo para que o professor divulgue o resultado é de 7 dias úteis.

Procedimentos para saída da escola

    No final do turno da manhã, estudantes do 6o, 7o, 8o e 9o anos liberados para saírem por seus pais ou responsáveis, devem se dirigir ao portão lateral para deixarem a Escola. Os estudantes que não foram liberados devem aguardar os pais ou responsáveis junto ao portão principal da Escola.

    Estudantes do Ensino médio estão automaticamente autorizados a sair no término do turno letivo, salvo pedido em contrário feito por escrito pelos responsáveis na Coordenação de Disciplina.

    A tolerância para retirar os estudantes é até as 12h15min.

    No turno da tarde, ao término das atividades, às 17h20min, os pais de crianças da Ed. Infantil podem subir até a sala e buscar seus filhos. Quanto às crianças do Ensino Fundamental, do 1o ao 5o ano, os pais devem aguardar que desçam acompanhados pela professora. As crianças serão entregues aos pais no pátio coberto da Escola.

    A Escola só permite que pessoas autorizadas retirem as crianças. Situações de exceção devem ser autorizadas pelos pais através de contato telefônico com a Secretaria da Escola, juntamente com autorização escrita na agenda da criança, constando o motivo e assinatura do responsável. Saídas antecipadas devem ser evitadas, só sendo utilizadas em casos de extrema necessidade. Nestes casos, a criança deve ser retirada antes das 17 horas. Observa-se que não é possível a retirada de crianças durante os períodos de recreio.

Cuidado com materiais e pertences

    A Escola não se responsabiliza pelos pertences que os alunos trazem. Porém, se trouxerem, existem medidas que diminuem o risco de extravio, tais como: identificação clara com o nome do aluno nos pertences, evitar o uso de jóias, pulseiras, cordões, eletrônicos e quaisquer objetos de valor.

    O uso de celulares e eletrônicos é absolutamente proibido, exceto durante o recreio. O uso ou meramente o porte aparente desses equipamentos em sala de aula implicará em seu imediato recolhimento. A devolução será realizada apenas aos pais ou responsáveis.

Uniforme

    O uso do uniforme é obrigatório. Não será permitido o ingresso ou permanência do estudante que ostensivamente estiver sem o uniforme em sala de aulas.

    Assim, os responsáveis serão contatados para que tragam o respectivo uniforme ou autorizem o retorno do estudante para casa.

    O estudante que não estiver com o uniforme completo será aposto na agenda escolar carimbo de “Falta de uniforme escolar”. Há 02 tolerâncias bimestrais para esta ocorrência. Na 1ª será colocado carimbo na agenda, na 2ª, além do carimbo, o estudante levará comunicado aos pais ou responsáveis, que deverá retornar assinado no dia seguinte, observando que não mais haverá tolerância para com a falta de uniforme do estudante, não podendo o mesmo assistir aulas sem estar uniformizado.

    Não será permitida a prática de Ed. Física a estudantes que não estejam com o uniforme escolar exigido para atividades físicas / esportivas.

    No turno da tarde o uniforme é completo. No turno da manhã, de acordo com as orientações abaixo:

  • Calça e bermuda jeans são permitidas, desde que sejam de cores azul ou preta;
  • Short jeans deve ser na altura do joelho;
  • Só será permitido usar agasalho sobre os da escola quando o estudante já estiver com camiseta e casaco da escola.
Comportamento e atitudes em sala de aula

    Para que as aulas funcionem adequadamente, os estudantes devem observar as seguintes normas:

  • Aguardar na sala a troca de professores, pois não há intervalo entre as aulas;
  • O estudante tem obrigação de trazer comunicados recebidos devidamente assinados no dia seguinte;
  • Colaborar e cuidar para que a sala de aula e outras dependências escolares sejam mantidas limpas e em ordem. Ocorrendo desordem na sala de aula, os estudantes envolvidos, juntamente com o professor responsável, serão convidados a organizar o ambiente;
  • Ter e manter sempre disponível a agenda escolar, livro texto e todo o material individual necessário como canetas, cadernos, lápis, borrachas etc…
  • Participar ativamente das aulas: Ouvir o professor com atenção, anotar e expor suas dúvidas. Exercícios, trabalhos, pesquisas e deveres de casa objetivam o melhor desempenho do estudante e são atividades obrigatórias;
  • Quando faltar, deve informar-se com os colegas e/ou professores sobre o conteúdo, tarefas e demais atividades que ocorreram;
Ações não permitidas aos estudantes
  • Em aula, interromper os professores durante as explicações. Se necessitar esclarecer alguma dúvida, fazer algum comentário ou oferecer alguma participação, levante o braço, de forma a ser notado pelo professor. Assim que possível, ele lhe dará a palavra;
  • Utilizar equipamentos eletrônicos em sala de aula, exceto quando autorizado pelo professor;
  • Fazer gravações de qualquer natureza, principalmente, em sala de aula, sem prévia autorização da direção;
  • Usar óculos de lentes escuras na sala de aula e demais dependências;
  • Proibido qualquer tipo de alimentação, exceto água, em ambientes fechados da escola;
  • Entrar ou sair da sala de aula sem a autorização do professor;
  • Em aula, sair de seu lugar sem a autorização do professor;
  • Sair da Escola sem a autorização da Coordenação de disciplina;
  • Entrar em recintos da Escola sem autorização;
  • Fumar, usar ou promover o uso de qualquer tipo de drogas e/ou bebidas alcoólicas na Escola ou em suas redondezas;
  • Manifestações próprias de namoro como beijo na boca e sentar no colo, entre outras, não são cabíveis no ambiente escolar;
  • Incentivar ou participar de brigas dentro ou nas proximidades da Escola, portar ou fazer uso de quaisquer objetos que ameacem a integridade física ou moral do próprio estudante ou de terceiros;
  • Praticar qualquer tipo de bullying, inclusive o virtual;
  • Desrespeitar professores, funcionários administrativos e pedagógicos, bem como quaisquer outros servidores da Escola;
  • Danificar mobiliário ou instalações da Escola;
  • Distribuir folhetos ou impressos de qualquer natureza sem prévia autorização da direção;
  • Permanecer nas dependências da Escola, fora de seu turno, sem atividades escolares para realizar.
Medidas educativas

    É impossível o processo de construção e transmissão do conhecimento e efetivação da aprendizagem sem que haja disciplina. Nossa proposta educacional não deseja indivíduos apáticos, não participativos, mudos ou imóveis, mas não admite desordeiros que não respeitam o investimento de seus pais, seus colegas, seus professores, e acima de tudo, não respeitam a si próprios.

    Sendo uma Escola, um estabelecimento educacional, nossa primeira atitude sempre é orientar, conversar, solicitar. Se estas ações não surtem efeito, a Escola deve tomar as atitudes cabíveis, sob pena de ser permissiva e co-responsável com atitudes inadequadas. Assim, no turno da manhã, medidas disciplinares serão aplicadas no ambiente escolar, especialmente nas salas de aula. Diante de comportamento inadequado, o professor chamará atenção do estudante uma vez. Na reincidência, será advertido. Não sendo suficiente, será retirado da sala de aulas e encaminhado a Coordenação de disciplina, não podendo retornar no encontro da disciplina em que foi retirado. No turno da tarde o estudante é orientado pelos profissionais da escola. Se não surtir efeito, os pais e/ou responsáveis são convidados a comparecer na escola para os encaminhamentos necessários.

Advertência escolar

    Consiste de documento formal da Escola, empregado em duas vias. Uma para o estudante que recebeu e uma para controle da Escola. É empregada em situações em que o estudante tem comportamento ou atitude inadequada em ambiente escolar.

Ocorrências

    O acúmulo de cinco advertências gera uma OCORRÊNCIA, documento que deverá ser assinado pelos pais ou responsável, a fim de que tenha ciência sobre as atitudes do estudante em questão. A décima advertência gera a segunda ocorrência, ocasionando a condução do estudante à direção. A décima primeira advertência gera SUSPENSÃO do estudante advertido. Tendo cumprido suspensão, o processo reinicia e segue seu curso até gerar uma segunda suspensão. Nova advertência, após o estudante ter cumprido duas suspensões, poderá acarretar em transferência compulsória do estudante infrator e reincidente.

    Importante: Casos graves podem seguir procedimento sumário no qual os passos acima podem ser suprimidos, e serão analisados pela equipe de gestão escolar, composta pela direção, supervisão escolar, orientação educacional e coordenação de disciplina. A transferência será concretizada quando, por comprovada inadaptação ao regime da Escola, o ato for aconselhável para a melhoria do desenvolvimento do estudante, da garantia de sua segurança ou de outros. Na transferência compulsória resguarda-se ao estudante e seu responsável o direito de ser ouvido e assegura-se o amplo direito de defesa. O processo é acompanhado pelo Conselho Tutelar.

Cuidados médicos

    A Escola conta com profissional da área de saúde para prestar os primeiros atendimentos necessários. É indispensável que os pais ou responsáveis fiquem atentos a alguns aspectos importantes.

  • A Escola não atenderá pedidos verbais para ministrar medicamentos. Este procedimento só será feito através de registro por escrito, com a especificação da dosagem e horário, assinado por médico ou pelos responsáveis, sempre depois de analisado pelo técnico da Escola.
  • Estudantes doentes ou indispostos não devem ser trazidos para a Escola. Em caso de doença contagiosa, o estudante só poderá voltar a participar das atividades escolares mediante atestado médico que libere seu retorno.
  • Em caso de acidente, procurar-se-á prestar os primeiros socorros, contatar os pais ou responsáveis e, caso seja necessário, encaminhar o estudante para a rede de saúde indicada pelos pais.
Venha estudar no CESI - Zona Sul! Matrículas abertas! Saiba mais aqui